English Version

ITEM DE CHARME

12/09/2016

Móvel ganha destaque em novas funções, de bar a mesinha lateral

O carrinho de chá, móvel muito usado nas décadas de 50 e 60, tem aparecido com destaque em projetos de decoração, mas agora com outras funções: apoio da mesa de jantar, mesa lateral e, sobretudo, como bar. “É um item de charme, uma peça curinga que pode funcionar em todos os cômodos”, diz o arquiteto Nildo José, que recentemente usou o modelo desenhado pelo finlandês Alvar Aalto em 1936, da Artek, em um apartamento em Nova York. Hoje a peça é usada mais como apoio e menos como um carrinho que, de fato, se movimento, como explica o arquiteto Marcelo Rosset. “Ele pode servir como bar, aparador ou mesmo como uma mesa lateral, função que me agrada bastante.”

Matéria publicada por O Estado de São Paulo em 04 de setembro de 2016

1 FOTO. Em apartamento em Nova York, o arquiteto Nildo José usou um carrinho desenhado pelo finlandês Alvar Aalto em 1936, da Artek, como apoio para a mesa de jantar.

2 FOTO. Rahyja Afrange desenhou um carrinho de freijó, produzido pela Marupá Móveis, com compartimentos para utensílios.

3 FOTO. Do Estúdio Prole, carrinho Rivieira Verde.

4 FOTO. Modelo teca de Jader Almeida para o Sollos.

5 FOTO. O clássico carrinho de Jorge Zalszupin, de 1950, reeditado pela Etel.

6 FOTO. Modelo Monza, retrô, da Desmobilia.