English Version

BURLE MARX PARA O MUNDO

14/07/2016

A obra de Roberto Burle Marx (1909-1994), nossa maior referência no paisagismo, ganha exposição em Nova York

Uma das figuras centrais do modernismo brasileiro, o artista múltiplo foi revolucionário ao valorizar, a partir dos anos 30, plantas nativas para seus jardins, pensados como telas abstratas. Sua rica produção estará resumida em 140 trabalhos – desenhos, maquetes, pinturas e fotos – na mostra Roberto Burle Marx: Brazilian Modernist, em cartaz até 18 de setembro no Jewish Museum, em Nova York. De lá, ela segue para Berlim e depois chega ao Rio de Janeiro. Criações de herdeiros contemporâneos de seu legado complementam a exibição, entre eles nomes como o do venezuelano Juan Araujo e o da carioca Beatriz Milhazes.

Matéria publicada por Arquitetura e Construção em junho de 2016

1° FOTO. Roberto Burle Marx

2° FOTO. Copacabana – A calçada mais famosa do Rio de Janeiro foi reformulada por Burle Marx nos anos 70, ganhando maior largura.

3° FOTO. Abstração no alto – Projeto para a laje do edifício do Banco Safra, dos anos 80, em São Paulo.