English Version

TUDO SOBRE O DESIGN FORUM: CHEGOU A VEZ DA MARCENARIA

04/11/2015

Design Forum apresentou informações sobre como as marcenarias de todos os portes podem inovar por meio do pensamento de design e gestão e, assim, gerar valor real para suas marcas, desenvolvendo produtos e serviços com vantagens competitivas.

O mercado nacional passa por um período de transformação e renascimento de seus negócios motivado pela crise política e econômica. Esse movimento provoca uma inquietude no mercado e uma oportunidade para que empresários e empresas repensem seus negócios. Essa foi a temática do Design Forum Marcenarias realizado no mês de outubro, entre os dias 14 e 16 em São Paulo, durante a Feira Formar em São Paulo.

Com 14 palestras gratuitas, 725 participantes – um número bem expressivo - puderam ouvir de profissionais do mercado um conteúdo abrangente que provocou o pensamento do negócio com informações importantes entre elas projetos inovadores, ambientes multifuncionais, o design no negócio da marcenaria, vendas e marketing, planejamento estratégico, comunicação digital, cores e um debate sobrte o futuro do negócio da marcenaria.

Muitos participantes vieram exclusivamente para participar das palestras como foi o caso da marcenaria Stivari Mobili de Maringá, com a participação dos proprietários Sonia e Aderval Stivari, que participaram da edição passada. "A presença de empresários de outros estados do país foi marcante", diz Mauricio Siqueira, diretor da Siq Marketing, que organizou o evento.

Os pontos altos do evento foram as palestras sobre cores da arquiteta Shisha Kessin, diretora do Comitê Brasileiro de Cores, que apresentou como organizar e combinar cores e padrões com a grande variedade que o mercado oferece em materiais e combinações, além das tendências internacionais. Logo depois a arquiteta Graziella Cavinato falou – na palestra mais disputada do Forum - sobre espaços multifuncionais, um perfil de espaço que é melhor atendido pela marcenaria, dada a variação de medidas e criatividade que o móvel pode proporcionar.

O debate sobre o futuro do negócio da marcenaria teve um aprofundamento muito grande e sobre visões de três empresários com diferentes perfis moderados pelo jornalista Carlos Souza. Tsutomo Taniguchi falou sobre a persistência no negócio para quem está começando agora, o empresário Osmar Fernandes da Segatto móveis com loja na Gabriel Monteiro da Silva em São Paulo, comentou que o momento é outro e que as vezes é preciso pegar trabalhos para não ganhar nada, mas mantém o negócio girando. “Não é fácil, mas é o caminho. No geral todos ganham” comentou Fernandes. Já Alessandro de Grandi, da Benestare, falou da organização da marcenaria e a formação de preços, além do trabalho em parceria com os profissionais de arquitetura e design de interiores.

A procura por informações e a participação em todas os painéis mostrou que o empresário da marcenaria está preocupado em se desenvolver e quer mais informação para melhorar o seu negócio. Isso é um bom sinal para o mercado e para o setor. “Hoje temos empresas mais preparadas, com negócios mais qualificados e produtos melhores. Isso mostra que esse segmento está em evolução constante”, comentou Mauricio Siqueira após o término do evento.

Fotos: Auditório lotado para as palestras de Shisha Kessin e Graziella Cavinato