English Version

REFORMA EM APARTAMENTO VALORIZA COLEÇÃO DE DESIGN

07/10/2015

No Alto de Pinheiros, o apartamento recém-comprado por um apaixonado por design precisava de alguns ajustes na planta. Tanto para receber a família quanto para, mais do que abrigar, ressaltar as peças de sua coleção. Era necessário aumentar a qualquer custo a área social e a estratégia foi derrubar os limites da varanda e fazer de todo o espaço uma coisa só. “O living foi projetado para ser um grande ambiente aberto. A divisão das salas de TV e de estar, por exemplo, é feita apenas pelo posicionamento de um grande sofá, com assentos dos dois lados”, diz a arquiteta Veridiana Tamburus, do escritório Storrer Tamburus, responsável pelo projeto.

Durante a obra ainda foi criada uma cozinha gourmet, que se tornou um dos lugares preferidos da família. Em uma das laterais do living, o espaço compacto foi bem equipado e conta com uma porta de correr de madeira que o separa do resto da casa quando necessário. A madeira aliás, foi o pano de fundo escolhido para ressaltar parte dos móveis e esculturas do proprietário. Combinando ao porcelanato cinza do piso, na opinião dos arquitetos o material contribui para destacar de forma sutil as peças.

“A madeira envolve todo o apartamento, seja em painéis que revestem as paredes e recebem esculturas, seja nos armários que fazem a conexão da sala com a cozinha usada no dia-a-dia. Além de servir como moldura para o mobiliário e a decoração, ela conduz o olhar pelos diferentes espaços deixando o projeto linear”, explica o arquiteto Fabio Storrer, que também conduziu o projeto.
A marcenaria, desenhada pelo escritório, foi tradada de modo especial. “No aparador da sala e no balcão do lavabo, usamos uma folha de demolição de carvalho-francês, a mesma madeira que utilizamos para os painéis das paredes no living. A diferença está no acabamento que fizemos com o máximo de atenção, já que é um projeto repleto de boas peças, qualquer deslize ficaria evidente”, comenta Veridiana.

Depois de pronto o novo layout com seus devidos revestimentos, alguns espaços foram especialmente pensados para receber as obras preferidas do proprietário, como a do artista plástico Emanuel Araújo, acomodada em um dos painéis de madeira ao lado da cozinha gourmet. “Como ele já tinha algumas peças e pretende adquirir outras, era preciso planejar bem o living, para que o ambiente não ficasse cheio demais”, completa Storrer.

Mesmo com a boa incidência de luz solar no living durante grande parte do dia, os arquitetos optaram por usar uma base de cores neutras, a fim de deixar o ambiente o mais claro possível. “Os tons mais vivos aparecem sutilmente nos objetos de arte e design, como nas listras vermelhas da poltrona Donna, de Gaetano Pesce, nas poltronas roxas de Paola Lenti e também nas esculturas do italiano Inos Coradin”, diz Veridiana.

O resultado do projeto agradou em cheio aos moradores, para quem o apartamento é uma pequena galeria particular. “Ainda temos uma boa área disponível, perto da janela, mas um sofá francês já foi encomendado. É a peça que faltava. Pelo menos por enquanto.”

Matéria publicada no jornal O Estado de São Paulo em julho de 2015

Foto 01 - Luminária Diesel e poltronas de Sergio Rodrigues no living

Foto 02 - O grande sofá da Micasa com assentos dos dois lados divide as áreas de estar e de TV do living. O tapete é da Tercer. O painel de madeira ao fundo é a porta de entrada

Foto 03 - Poltrona Donna, do italiano Gaetano Pesce

Foto 04 - No jantar, mesa do designer Jader Almeida. As luminárias são da Lumini

Foto 05 - As mesas de centro da Micasa servem de apoio para livros e esculturas. As poltronas de madeira Diz são de Sergio Rodrigues e as roxas, ao fundo, de Paola Lenti

Foto 06 - A cozinha gourmet criada durante a obra tem equipamentos da Kitchen

Foto 07 - O trilho de iluminação automatizada é da Lumini. Para ampliar ao máximo o ambiente, a varanda foi integrada ao living, que recebe farta luz natural. A vistosa poltrona listrada se destaca em qualquer ângulo

Foto 08 - Uma pequena área do living foi reservada para o escritório

Foto 09 - A cozinha gourmet é separada do living por uma porta de correr. O armário de madeira se estende até a cozinha do dia a dia ao fundo, ligando visualmente os ambientes

Foto 10 - A cidade ‘invade’ o living pelos janelões. O banco preto foi comprado na Dpot, e o de madeira, ao fundo, é o modelo Doop, de Ronald Scliar Sasson

Foto 11 - Detalhe da marcenaria na bancada do lavabo