English Version

BIENAL DE DESIGN EM FLORIANÓPOLIS TRAZ MOSSTRA DE DESIGNERS HOLANDESES

30/07/2015

Os holandeses ganham mostra especial dentro do evento, que inaugura no dia 16 de maio em Florianópolis. Apresentando ideias para o futuro do morar, eles desembarcam no Palácio Cruz e Sousa.

Moringa de porcelana de Aldo Bakker.

Com curadoria de Jorn Konijn, a exposição Design Holandês no Palácio do Povo exibe peças que provocam reflexão sobre a vida moderna e o papel dos objetos na relação entre os moradores e suas casas. “Queremos falar do uso dos espaços no dia a dia e de como o trabalho dos designers é contagiado por novos contextos, nos quais a residência pode ser, ao mesmo tempo, escritório e hotel”, afirma Jorn. A mostra, um dos destaques da 5a edição da Bienal Brasileira de Design, divide--se em duas partes. A primeira traz um circuito pelo acervo permanente do palácio, com móveis do século 19, enquanto a segunda engloba as criações holandesas como o contraponto moderno à anterior. Há, ainda, uma área para receber itens produzidos pelos visitantes em oficinas ligadas à exposição temática, que vai de 17 de maio a 12 de julho.

Mix de móvel e luminária com cúpula de vidro assinado por Pieke Bergmans.

AGENDA PARALELA DE PALESTRAS - Nos dias 15 e 16, especialistas contam suas experiências no Seminário Internacional da Bienal, marcado para acontecer no Auditório Egon Freitag, na Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (Fiesc). Entre os convidados estão o designer industrial Mugendi K.M’Rithaa, da Cidade do Cabo, que fala da criatividade inclusiva, e o premiado norte-americano Dan Formosa, que mergulha na questão: o design consegue se reinventar? Já a economista suíça Edna dos Santos-Duisenberg aborda o design sob a ótica da economia. As inscrições podem ser feitas no site www.bienalbrasileiradedesign/seminario e valem de 80 reais a 150 reais.

Bancos Tutu, criados pela designer Lenneke Langenhuijsen com base de cascas de madeira.

matéria publicada na revista Casa Claudia em maio de 2015 por Victor Lessa.