English Version

POLTRONA DOS ANOS 50 DE LINA BO BARDI É RELANÇADA

28/07/2015

Designer e diretora de criação da marca Dpot fala sobre a Bowl, produzida na Itália e já disponível em São Paulo.

A designer, diretora de criação e roteirista, Baba Vacaro.

Quando ela se formou, no fim da década de 1980, muito se falava em design assinado, embora fossem quase inexistentes as oportunidades de trabalho para designers nas indústrias brasileiras. Hoje, passadas quase três décadas, o cenário é bem diferente. Há uma valorização de produto brasileiro e um entendimento maior de papel do designer nas linhas de produção. Testemunha desse processo, Baba Vacaro atuou – e atua – em todos os elos da cadeia desenha seus próprios produtos, presta consultoria para empresas de peso e ainda encontra tempo para investigar o modo brasileiro de morar no programa Casa Brasileira, do canal GNT. Desde 2004 ela é também diretora de criação da loja Dpot, onde, em meio a edições e reedições, está permanente contato com seus grandes ídolos. “Com maestria, Lina Bo Bardi realiza uma peça que coloca o usuário no centro do projeto”, comenta ela sobre a poltrona Bowl, o mais novo lançamento da marca e assunto desta entrevista.

Qual a função do diretor de criação em uma marca de design?

Basicamente, elaborar uma estratégia de atuação, tendo como base o posicionamento de cada empresa, sua história e seus valores. Não existe uma fórmula pronta: cada ação e cada escolha deve ser pensadas para abraçar esse conjunto de variáveis e para entender ao posicionamento mercadológico de cada cliente. É a partir delas que estabeleço um plano de ação, compreendendo o desenvolvimento de produtos, mas também a afinação das linhas existentes. Em empresas orientadas para o design, pensar estrategicamente é a alma do negócio.

Quais as etapas de realização do projeto Browl? O que faz dessa poltrona um móvel tão atual?

Já em 2004, quando a Dpot lançou sua primeira coleção de móveis reeditados, a Bowl estava no topo da nossa lista. Mas foi apenas agora, passada mais de uma década, que sonho se tornou realidade, através da nossa parceria coma Arper, empresa italiana que produziu a primeira versão industrial da peça. Hoje somos distribuidores exclusivos da Bowl no País. Quanto ao móvel flexível e universal.

O que aconselha aos jovens designers que pretendem ter suas peças veiculadas pela indústria?

É essencial conhecer todas as pontas do processo: da fabricação à relação das pessoas com os objetos e desses com suas casas. Outro ponto fundamental é estar atento ao outro lado. Observar as pessoas, saber como elas vivem, do que gostam e, principalmente, o que as motiva.

As cadeiras Bowl, na versão industrializada pela Arper italiana e distribuída no Brasil pela Dpot.

A poltrona Bowl, criada pela arquiteta Lina Bo Bardi nos anos 1950.

matéria publicada no jornal O Estado de São Paulo em 19 a 25 de julho de 2015.