English Version

RESIDENCIA AUTOSSUFICIENTE

02/07/2015

Com vidro duplo especial, as generosas esquadrias isolam o calor sem barrar a claridade.

O edifício, exposto na praça principal da cidade de Melbourne (Austrália), está coberto por um telhado verde para isolamento adicional.

Unindo tecnologia a design, o escritório australiano ArchiBlox concebeu a primeira casa pré-fabricada do mundo a compensar a emissão de carbono. A unidade de 77m² causa menos danos ao meio ambiente durante sua construção e, no dia a dia, produz mais energia do que consome.

Ao longo de sua vida útil, a Carbon Positive House (CPH) pretende poupar 1 tonelada de dióxido de carbono (CO²), um dos causadores do efeito estufa. Isso equivale a 267 carros a menos nas ruas ou ao plantio de 6.095 árvores, conforme garante o estúdio ArchiBlox, o autor da ideia. O caráter ecológico do modelo, aberto a visitas, dá-se por uma série de dispositivos, como placas solares, tubos que utilizam o frescor do solo para refrigerar o interior durante o verão e um sistema de captação e reuso da água da chuva. Hortas verticais e telhado verde ajudam a diminuir os poluentes da atmosfera. No começo do ano, o protótipo foi testado numa praça em Melbourne, na Austrália. Em breve, será transferido definitivamente para a Vila de Cape Peterson, no mesmo país.

matéria publicada na revista arquitetura & construção em junho de 2015.