English Version

CARRUAGEM DA VANGUARDA

15/06/2015

O novo Museu dos Coches, a primeira obra do arquiteto brasileiro Paulo Mendes da Rocha em Portugal, quer transformar o espaço público.

Um espelho - d’agua cobre o auditório. A passagem de pedestres branca ligará, no futuro, o museu à estação de trem.

Uma construção protegida mas convidativa a quem passa Assim é o novo Museu dos Coches, na região de Belém, em Lisboa, que atribui à arquitetura papel importante na exibição do acervo no histórico de carruagens e automóveis da coroa portuguesa, o mais visitado do país. Projeto de Paulo Mendes da Rocha em parceria com o escritório brasileiro MMBB e o arquiteto português Ricardo Bak Gordon, a sede de 16,7 mil m² consiste em dois grandes blocos interligados: a caixa branca da estrutura metálica, na qual funcionará o pavilhão de exposições; e o anexo de concreto, com restaurante, biblioteca e auditório. Suspensos, eles proporcionam o térreo aberto. “Isso faz com que o edifício não tenha frente nem verso. Basta chegar e descobrir o lugar ou apenas aproveitar as atividades que podem ocorrer ali. A proposta contraria a opção, comum em Belém, da resguardar espaços monumentais atrás de uma fachada”, comenta Ricardo. A inauguração está marcada para o dia 23, data em que a instituição comemora 110 anos.

Elevados, os dois volumes permitem que a área abaixo deles atue como praça.

matéria publicada na revista arquitetura & construção em maio de 2015.