English Version

ARQUITETURA DA AMÉRICA LATINA

11/06/2015

O curador Barry Bergdoll fala da mostra sobre a produção da região, e cartaz até julho no MoMA de Nova York.

Qual é a importância da exposição Latin America in Construction: Architecture 1955-1980?

Ela é ambiciosa, com maquetes e trabalhos que nunca foram exibidos – nem nos locais de origem. Tentamos desconstruir a ideia de que latino-americanos não possuem produção autoral e fiomos além de conhecido. Por exemplo, nós nos concentramos somente em obras públicas e na esfera urbana.

Que debates procurou levantar?

Existem assuntos contemporâneos muito relacionados ao período enfocado, de 1955 e 1980. Trata-se de uma época conturbada econômica e politicamente, com ditadura militar vigente e liberdade restrita. Por isso, impressiona os números de edifícios inovadores. De certa forma, celebraremos o idealismo de lugares como o Sesc Pompeia , em São Paulo, e Brasília. Há bastante influência vinda do Brasil, e isso ficou evidente em minhas viagens.

A imagem do Arquivo Público do distrito Federal (Ar-PDF) revela a construção da Catedral Metropolitana da Nossa Senhora Aparecida, em Brasília, nos anos 60.

matéria publicada na revista arquitetura & construção em maio 2015.