English Version

A LAVANDERIA TAMBÉM QUER SE MOSTRAR!

01/06/2015

Dona do blog Tu Organizas, a curitibana Nina Braz é daquelas pessoas inquietas, que sempre buscam boas ideias de decoração e colocam tudo em prática.

“Eu já tinha mexido na casa inteira, mas, como é de praxe, a área de serviço ficou por último”, lembra Nina. Cansada do jeitão improvisado do cômodo, ela resolveu transformá-lo sem gastar muito. Manteve a lavadora, a secadora e os varais, que estavam em bom estado, e como sentia falta de armários, itens que pesariam no bolso, decidiu dar uma de marceneira. Foi ela mesma quem montou todos os móveis, incluindo a engenhoca que faz a tábua de passar ficar escondida sob o balcão. As ótimas sacadas ainda estão nos detalhes, que deixaram o ambiente impecável – e tudo saiu por pouco mais de R$ 1000.

Soluções que acabaram com a bagunça

Apenas uma prateleira e a parte superior da máquina de lavar eram os cantos disponíveis que Nina tinha para apoiar os produtos de limpeza. Para estabelecer uma nova ordem, ela empunhou a trena, estudou o espaço sob o tanque e desenhou um móvel que coubesse exatamente naquele vão. “Calculei todas as medidas e mandei cortar nove chapas de MDF. Depois, fui encaixando uma a uma, como se fosse um quebra- -cabeça”, conta. Para criar a bancada sobre a máquina, usou apenas uma placa do mesmo material (0,65 x 0,51 m), que se apoia em uma mão-francesa e tem uma parte colada na lateral do armário vizinho.

Cansada da pintura que dividia as paredes, Nina optou por cobrir tudo de branco. E como não abria mão de uma bossa, apostou em uma faixa decorativa de pastilhas. “Para evitar a quebradeira, comprei um modelo adesivo. Fica lindo e é fácil de aplicar”, justifica.

Customização é com ela mesma! Para identificar os produtos de limpeza, a blogueira escolheu estampas, montou etiquetas e imprimiu em Con-Tact transparente.

Os porta-utensílios de plástico passam longe daqui. Veja que divertido o jeito de acomodar a escova e o sabão com a bucha: eles vão dentro de baldinhos pendurados em ganchos adesivos.

Roupa lavada e passada sem drama

Encontrar espaço para guardar a tábua de passar é sempre uma tarefa difícil – isso sem contar o trabalho que da abri-lá e fechá-la toda vez que precisar. Mas Nina deu seu jeito: ela mesma bolou um mecanismo com um trilho por onde desliza sua antiga tábua. Para montar essa estrutura, a moça aparafusou as ferragens de uma corrediça telescópica (a mesma que se usa em gavetas de móveis) na ponta da tábua e na parede da janela. Já o pé, fez com outra placa de MDF, fixada com duas mãos-francesas, e prendeu rodinhas na extremidade. Quando fechada a tábua se esconde sob uma bancada, feita em MDF por ela e que serve como mesa de apoio. Na parte de baixo, para ocupar o vão deixado ao lado da secadora, a moradora confeccionou um cesto de roupa suja, com placas de MDF, e o incrementou com rodízios, puxador, Con-Tact colorido e um recorte em formato de pregador.

No novo canto de passar, há ainda um varal sanfonado e uma prateleira alta, sob a qual vão colados dois LEDs.

O toque de charme são os tijolos de barro decorados, de 25 mm, moldados e decorados pela moça, assentados na alvenaria. O arremate se dá com as pastilhas adesivas.

Vassouras e rodos encontraram seu lugar na divisória de vidro ao lado da porta: duas mãos-francesas coladas com dupla face oferecem o encaixe perfeito. E Nina ainda aproveita a superfície como quadro de recados, onde anota com caneta para retroprojetor, que sai com álcool.

Antes:

Depois:

Matéria publicada na revista Minha Casa em abril de 2015.