English Version

SEGREDOS DE UMA CASA BEM ARRUMADA

20/05/2015

Com a ajuda da organizadora Andrea Caetano, as peças ganharam lugar marcado nos móveis sob medida.

DELICADEZA SUSPENSA. Aposte em porta-xícaras para deixar o lindo conjunto de porcelana à vista sem ocupar espaço na prateleira.

DISTRIBUIÇÃO PRECISA DE LOUÇAS E ENXOVAL

Com a ajuda da organizadora Andrea Caetano, as peças ganharam lugar no mercado nos móveis sob medida.

Avaliar o formato dos objetos, o melhor jeito de agrupá-los e seu uso no dia a dia é fator importante para quem pretende resolver a organização com marcenaria. “Um erro comum está em encomendar gavetas muito fundas e aí deixar de usar algo lindo porque não fica à vista”, avalia Andrea Caetano, responsável por arrumar esta casa após a reforma assinada por Dado Castello Branco. O louceiro aberto, desenhado pelo arquiteto e executado pela Insight Marcenaria, dispõe de gavetas e nichos pensados para acomodar apenas a porcelana fina – neles Andrea agrupou pratos da mesma linha e destinou um espaço só para o bar, com taças separadas por tipo. Já no roupeiro (produzido pela marca Augusto Moreno Closets), cada morador ganhou uma prateleira com suas toalhas e roupa de cama. “Tento definir um tema por armário. A mistura dificulta manter a ordem”, comenta.

FAQUEIRO PODEROSO. Na gaveta, divisórias forradas de feltro (Paschoal Mastrorocco) evitam que um talher risque o outro.

(1). CUIDADO COM A PRATARIA. Bules e réchauds foram embalados em plástico filme. Sem contato com o ar, a prata conserva seu brilho. (2). NICHOS de BANDE JAS. Dispostas na vertical, as peças se mantêm visíveis, e ninguém sofre para erguer uma pilha pesada.

JOGOS CASADOS. Peças do mesmo kit de cama e banho são dobradas juntas, formando um pacote. Iniciais bordadas identificam os donos.

PARCERIA PRONTA. Três prateleiras acomodam conjuntos de jogo americano e, por cima, seus respectivos guardanapos.

CURINGAS NA GAVETA. Em jantares com muitos convidados, entram em cena os guardanapos neutros, dispostos ao lado da caixinha com anéis e das toalhas de bandeja.

“Escolha lugares fáceis, à altura dos olhos, para colocar os itens que mais usa”, orienta Andrea Caetano.

Matéria publicada na revista Casa Claudia em abril de 2015.