English Version

VIDA NOVA NA ITÁLIA

15/05/2015

A publicitária Doris Sochaczewski e o fotógrafo Valentino Fialdini trocaram a atribulada rotina na capital paulista pela tranquilidade de Todi, cidade medieval na região da Úmbria, que os acolheu de braços abertos.

Com tampo de carvalho, a mesa de jantar veio da loja milanesa Cargo. As cadeiras Hi-Pad são criação do inglês Jasper Morrison (Cappellini). Nas paredes, obra multicolorida de Roberto Mícoli e algemas de Nazareth Pacheco.

Decididos a experimentar um dia a dia menos estressante e mais saudável, Doris e Valentino se juntaram, há sete meses, aos 12 mil habitantes de Todi, no coração da Itália. “Não imaginei que me adaptaria tão facilmente ao lugar”, diz Valentino. Doris, por sua vez, revela- se encantada: “Aqui, eu renasci, e meu humor melhorou”. Enquanto reforma a antiga estrebaria de um castelo para transforma- lá em pousada de charme, o casal alugou este apartamento de 70 m² no centro histórico. Do Brasil eles trouxeram roupas, livros e as obras de arte favoritas do marido. A mobília de marcas como Cappellini, Zanotta e BB Italia foi comprada em Milão e feiras de antiguidades das redondezas. Belos arranjos de objetos se espalham pelos espaços, talento que a moradora aprimorou nos anos em que esteve à frente da loja Coisas da Doris, agora administrada pelas filhas. Simpática e conversadeira, a paulistana fez vários amigos na cidade e gosta de reuni-los à mesa de jantar para saborear as massas preparadas por Valentino, que honra no fogão sua origem italiana.

A agenda de Doris e Valentino agora inclui aulas de italiano e passeios pelas cidades próximas, onde garimpam móveis e objetos para a pousada que estão montando.

A cadeira de pernas cruzadas do artista Luiz Philippe e o móbile de Alexander Calder vieram do Brasil e ganharam a companhia de peças italianas, como o espelho comprado na feirinha de Arezzo.

Interditada aos carros, Todi convida a andar a pé ou de bicicleta, como faz Doris com seu modelo motorizado.

No primeiro piso do edifício antigo, o apartamento mantém pisos e portas originais. Estas duas folhas pintadas de verde dão acesso à cozinha, território de Valentino. “Vou todos os dias ao supermercado para comprar alimentos frescos”, conta.

A lousa com moldura dourada registra a agenda do casal, que frequenta aulas de pilates e italiano.

No estar, a poltrona de couro preto Mart, de Antonio Citterio (B&B Italia), rouba a cena. Acima dela, a obra do argentino Pablo Reinoso. As placas escuras são de Cildo Meireles. “Quando a música entra pela janela, sabemos que há festa na praça”, Doris Sochaczewski.

Detalhe da bancada em que o morador prepara suas receitas.

Acima da cabeceira, foto de autoria de Valentino.

Matéria publicada na revista Casa Claudia em janeiro de 2015.