English Version

ELEGÂNCIA ACOLHEDORA

14/05/2015

Com ambientes integrados, móveis confortáveis, pitadas de cor e uma bela paisagem na varanda, o apartamento carioca ganhou clima delicioso.

Incorporada ao estar, a varanda foi parcialmente fechada com venezianas. O visual sóbrio dos sofás (da Decameron, à venda no Arquivo Contemporâneo) contrasta com a inusitada junção de mesas de centro (Conceito Empório Casa). Tapete da Phenicia Concept.

A varanda fica na altura da copa de uma figueira que disputa o olhar com a poltrona Esfera, de Ricardo Fasanello (1930-1993), um clássico nacional. Na outra pág., o arranjo de flores no cachepô Tronco (Conceito All) traz cor ao balcão do bar. “Com esta vista tão linda, o apartamento ganhou ares de casa. Parece que o estar fica voltado para um jardim”, conta Paloma Yamagata.

Detalhe dos enfeites na mesa da sala.

Módulos laqueados (Conceito Empório Casa) disfarçam as costas das chaises. A estante Code, de Jader Almeida (Arquivo Contemporâneo), também acomoda a TV. “Era fundamental ter espaço para abrigar os livros dos moradores. Os volumes colorem o painel do home theater”, explica Paloma Yamagata.

A mudança de Niterói para o bairro carioca do Leblon não significou apenas cruzar a ponte e ganhar um novo endereço. Na verdade, o que o casal de meia-idade buscava era conquistar um estilo de vida mais relaxado e confortável, a poucos passos da praia. Quando marido e mulher explicaram a ideia aos arquitetos Paloma Yamagata e Bruno Rangel, incluíram um dado importante: desejavam que os filhos, na faixa dos 20 anos, já independentes e donos da própria casa, sentissem vontade de frequentar e curtir o espaço dos pais. A atmosfera precisava ser elegante mas também atraente aos jovens. “Por isso pensamos numa decoração que se adaptou a diversas idades”, conta Paloma. “Fizemos um estar múltiplo, com uma proposta de convívio bem contemporânea. Os sofás ficam frente a frente para favorecer a conversa, o canto da TV abriga duas chaises duplas – perfeitas para se esparramar –, e a mesa de jantar soma 14 lugares.” Além disso, a varanda, da qual se avista a copa de uma generosa figueira, acompanha toda a extensão da sala. “É um lugar para ser usado e vivido a qualquer hora do dia”, explica ela. A integração da área social deu versatilidade à planta de 250 m², que inclui, ainda, quatro suítes e cozinha gourmet, o ambiente preferido do morador. “Ele é um chef de mão-cheia. Fica realizado quando a mesa está repleta de amigos e familiares”, arremata a arquiteta.

Mesa de jantar de Guilherme Torres (Finish) com cadeiras de Geraldo de Barros (1923-1998).

A bancada da cozinha é da Ornare.

Com jeito de penteadeira, a bancada de mármore calacata foi instalada fora da área de banho.

No quarto, luminária articulada Let It Be (Lumini) e quadros do Studio Grabowsky. “O aparador largo, feito de ipê-champanhe, ajuda a organizar objetos e guias de viagem na lateral da cama”, ensina Paloma Yamagata.

Matéria publicada na revista Casa Claudia em janeiro de 2015.