English Version

CRIE EXPERIÊNCIAS PARA VENDER MELHOR

06/01/2015

A tarefa de entrar em uma loja para comprar um chinelo, tomar um cafezinho, uma sandália ou uma fruta, ações simples que o consumidor realiza há muitos anos, mudou completamente. Mudaram os produtos, a apresentação, a embalagem, os vendedores mais preparados, o clima da loja, ou seja, mudou tudo! Mudou a experiência de compra.

Criar uma experiência não é necessário apenas no segmento de varejo, também vale para os serviços de arquitetos, clínicas, designers, engenheiros, médicos e por aí vai. Afinal, somos consumidores 100% do tempo e queremos ser mais "bajulados" e encontrar um bom atendimento e um clima agradável para consumir um lugar que nos acolha e nos torne felizes.

Realizar isso não é uma tarefa simples, mas nada complicada também. É preciso analisar o seu negócio e criar valor agregado ao que você oferece.

Sempre dou o exemplo do cafezinho no copo americano e a infinidade de blends que temos a disposição hoje, além das mais diversas apresentações. O preço pode variar em mais de vinte reais para tomar um "simples cafezinho", seja no boteco ou em uma loja com ar condicionado e internet grátis. Para isso, pense em uma matriz com quatro frentes: aumento, melhoria, criação e redução. O quadro abaixo (recebi na internet), exemplifica bem e de forma simples algumas ações que todos podem visualizar e aplicar em seus negócios.

Veja um exemplo: "Aumentar" os lucros, pode ser através da "Melhoria" e "Criação" de novos processos que "Reduzem" o tempo de atendimento e entrega.

Simples não? Ou seja, criamos Valor Agregado para a entrega de galão de tinta por exemplo ao alterar o sistema de faturamento de uma loja com entrega com hora marcada, com uma cor desenvolvida por um designer de interiores. O cliente paga a mais por isso, porque tem a certeza de ter uma assessoria que ele não obteria em uma loja normal, que vende o mesmo galão de tinta.

Sugiro que atravesse a rua de onde fica a sua empresa e olhe para ela com o olhar de consumidor. Veja onde pode ser ajustado e onde precisa ser alterado para criar uma nova experiência de compra com produtos ou serviços com alto valor agregado. Programe-se, planeje e venda melhor, certamente com uma margem maior ou com um diferencial que facilita a venda de seus itens.

Visite seus concorrentes e compare. Olhe para outros segmentos, muitas vezes você é o inovador em seu segmento e não terá referências no mercado. Seja criativo, estude o mercado e trabalhe duro, para que todos saibam de seus diferenciais e porque você é a melhor opção em seu segmento e prepare-se para vender com mais qualidade (treine sua equipe de vendas). Os resultados virão em pouco tempo e o mercado ainda tem muito espaço para empresas e profissionais com esse perfil.

A propósito, qual foi a sua última boa experiência de compra? Você se lembra? Foi boa? Se a resposta for positiva, você já tem um referencial.

Boas vendas!

Matéria publicada por Mauricio Siqueira