English Version

PARA NÃO OFUSCAR, FACHADA ABRIGA 'BOLA DE LUZ' EM RECUO

15/12/2014

Uma bola azul deverá brilhar, todos os dias, a partir das 18h, no 17º andar do edifício residencial Lúmen, no Brooklin (zona sul).

A escultura, desenvolvida pelo artista plástico Fabio Woody, foi inspirada no coração do super-herói Homem de Ferro.

A obra é feita de aço, vidro de alta resistência, metal cortado a laser e iluminação feita por 144 lâmpadas LED.

"O posicionamento da luz foi estudado para que ela não vazasse para sacadas e janelas das unidades e não ofuscasse moradores dos prédios em frentes" diz Woody.

A estratégia foi usar lâmpadas LED, com lâmpadas voltadas para dentro, sem que saíssem do recuo da fachada.

Apesar de parecer uma boa bola, a obra é chapada. A ilusão 3D é resultado de técnicas de composição e animação do projeto luminotécnico.

O consumo de energia ficará em torno de R$ 10 por mês para cada apartamento, conforme o artista.

Custo baixo é o que espera a dona de uma das unidades do prédio, a economista Letícia Cardoso de Castro, 29.

"Gosto da ideia de morar em um prédio com um conceito tão diferente, mas antes esclareci todos os pontos em relação à obra" diz.

O empreendimento tem unidades de 44m² e 64m², que custam de R$ 500 mil a R$ 700 mil.

Matéria publicada no jornal Folha de São Paulo em 14 de dezembro de 2014