English Version

ESPELHOS BRINCAM COM A PERCEPÇÃO DE REALIDADE EM MÓVEIS E AMBIENTES

04/12/2014

Espelhos desafiam a percepção (e a lógica) ao inverter imagens da realidade

Desempenhando importante papel em obras de Machado de Assis e Guimarães Rosa, as superfícies espelhadas, nas quais os personagens enxergam a própria invisibilidade, fascinam o homem desde antes de sua invenção no vidro, no século 14. Com o poder de materializar um mundo paralelo e suscitar discussões psicanalíticas, provaram-se um recurso e tanto na arquitetura e no design para camufar volumes e gerar a sensação de amplitude. Exemplo disso é a casa acima, projetada pelos arquitetos Johan Selbing e Anouk Vogel na Holanda. Ela simplesmente se liquefaz em meio à paisagem. Essa capacidade, tanto de refletir quanto de fazer desaparecer, cria efeitos inesperados até em itens menores, como mostra nossa seleção.

Matéria publicada na revista Setembro de 2014 por Denise Gustaven