English Version

RESIDENCIAL COM PISCINA DE ONDA EM SC

11/11/2014

Mesmo em meio ao cenário de estagnação do setor imobiliário, a incorporadora Procave, de Santa Catarina, desenvolve dois empreendimentos de luxo no Estado que demandarão, juntos, R$ 700 milhões em investimentos.

O maior projeto é de um complexo na praia Brava, em em Itajaí (a cerca de 100 km de Florianópolis), que inclui um shopping com 70 lojas, uma escola, um edifício empresarial e um condomínio residencial com 14 torres.

O empreendimento, no qual serão aportados aproximadamente 70% dos recursos totais, terá ainda um parque aquático com praia artificial e ofurôs.

"O mercado deu uma enxugada. Por isso, tentamos lançar projetos diferentes", diz o presidente da empresa, Nivaldo Pinheiro.

"Nosso objetivo é trabalhar em regiões onde o cliente possa conciliar lazer, moradia e desenvolvimento de negócios", acrescenta.

O outro projeto, de R$ 200 milhões, engloba duas torres residenciais de 50 andares em Balneário Camboriú.

"Optamos por realizar poucas, mas grandes obras."

Com piscinas, salão de festas, cinema e parques na área comum, cada imóvel custará entre R$ 3 milhões e R$ 6 milhões, segundo o empresário.

"Ali, os apartamentos são mais caros porque a cidade é muito ocupada. Os terrenos costumam ser menores e mais valorizados."

No empreendimento de Itajaí, os preços variam de R$ 1,9 milhão a R$ 3,5 milhões.

No começo do ano, a Procave já havia anunciado um complexo comercial de R$ 130 milhões, com hotel e salas para escritórios, também em Itajaí.

R$ 500 milhões
serão demandados pelo maior empreendimento da incorporadora

Matéria publicada no jornal Folha de São Paulo em 09 de Novembro de 2014 por Maria Cristina Frias