English Version

CLIENTE FAZ 'TEST DRIVE' DE MÓVEIS EM CASA PARA DECIDIR SOBRE PROJETO

23/10/2014

Os projetos de decoração relâmpago que tanto figuram em programas de TV começam a ser possíveis também na "vida real".

Em um, dois ou três dias, arquitetos e designers prometem mudar totalmente o aspecto do ambiente. Dentro da proposta, eles levam novos móveis, além de "retrabalhar" a mobília já existente.

Antes, entrevistam os moradores e fotografam os ambientes que devem passar pela transformação.

A In House ID, empresa de decoração rápida, trabalha com o "empréstimo" de móveis em seus projetos. "Nós trazemos da loja, instalamos, e o cliente tem dois dias para decidir se quer ficar com o produto", diz Andréa Bugarib, designer do escritório.

Caso queira, a negociação é feita diretamente com a loja fornecedora. Caso recuse o projeto, a loja busca o móvel na casa do cliente.

A designer Elaine Duarte, que também oferece esse tipo de serviço para clientes em São Paulo e Sorocaba (a 99 km da capital), conta ter montado um estoque próprio de pequenos itens de decoração que empresta para o cliente testar. Entre eles estão cortinas, tapetes e almofadas.

"Ocasiões especiais, como a recepção de amigos ou uma festa em casa, também motivam a repaginação de certos ambientes", diz Duarte.

Serviços como a instalação de papel de parede e quadros e a compra de flores só são feitos pela empresa após a aprovação do cliente.

A mão de obra dos designers pode variar de R$ 500 a R$ 8.000. Os produtos usados são cobrados à parte – no caso dos móveis, pelo lojista que os cedeu.

Matéria publicada no jornal Folha de São Paulo em 19 de Outubro de 2014