English Version

DE INVESTIMENTO A MORADIA

25/08/2014

Xodó de investidor no ano passado, 1-dormitório busca atrair novos compradores e ganha até versão econômica

Após a avalanche dos "compactos de luxo" e o interesse de investidores pelo produto, os apartamentos de um dormitório começam a chegar também em nova versão: em bairros menos badalados, voltados para o consumidor final e até mais baratos.
Na Barra Funda (zona oeste), há lançamento cuja unidade mais barata sairá em torno de R$ 200 mil.
Além disso, locais considerados voltados a famílias como a Vila Prudente (zona leste), Freguesia do Ó (zona norte) e Aclimação (zona sul) entram aos poucos no radar das empresas para os apartamentos de um quarto.
No ano passado, o total de lançamentos de um dormitório quase dobrou (para 9.477 unidades), com participação de 25,2% nas vendas (ante 15,6% um ano antes). A maioria das ofertas se destinou aos investidores.
A localização em bairros badalados, como a Vila Madalena (zona oeste), ou próximos a eixos financeiros como as regiões do centro ou das avenidas Faria Lima e Paulista, era parte essencial do pacote.
Nesses casos, o preço do metro quadrado normalmente ultrapassa os R$ 15 mil.
Com a oferta elevada, a dificuldade de conseguir bons contratos de locação e as incertezas econômicas do país, o investidor recuou: "Ele está cauteloso e muito mais estudioso do mercado", diz João Henrique, diretor da imobiliária Lopes.
De acordo com estudo da Lopes, 62% das 3.340 unidades de um quarto comercializadas pela empresa no ano passado foram adquiridas por investidores, número que deve ser menor em 2014.
Agora o foco das vendas em vários prédios passa a ser o morador final. E nos imóveis voltados exclusivamente ao investimento para locação já se percebe o menor apetite dos investidores.

Matéria publicada no jornal Folha de São Paulo em 24 de Agosto de 2014 por Daniel Vasques