English Version

UMA CASA DE PRAIA COM DESIGN DE PONTA E ARTE POPULAR

22/07/2014

O conforto é fundamental e está presente, mas o desenho da casa, erguida no litoral pernambucano, rompeu com a arquitetura convencional de veraneio e deu à família uma forma mais integrada e gostosa de curtir os fins de semana.

Quem já visitou Porto de Galinhas, em Pernambuco, e mais especificamente o luxuoso resort Nannai, com sua grande estrutura de madeira e interiores acolhedores como colo de avó, sabe bem: parece que você chegou ao paraíso. “Ter um ‘mini-nannai’ era meu sonho”, conta a empresária Carla Cavalcanti, explicando por que procurou o mesmo arquiteto do complexo, Pedro Motta, para erguer seu refúgio no litoral sul do mesmo estado. E está feliz da vida com a escolha. “No Nordeste, as casas de veraneio costumam ser erguidas com a área de lazer separada. Quebrei o paradigma ao partir de uma edificação única e orgânica, que resultou no espaço de 500 m²”, explica o arquiteto. O projeto tomou a forma de T, com um módulo central – a ala social da casa – e dois laterais e simétricos, que somam quatro suítes. De todos os ambientes, avista-se o mar, quase uma extensão da morada que abriga o casal e os três filhos, além de hóspedes frequentes. A estrutura de eucalipto de reflorestamento, as esquadrias de jatobá e a vegetação ao redor dos bangalôs inserem totalmente a construção na paisagem. Chamada a cuidar do décor, a arquiteta Sandra Brandão compôs ambientes aconchegantes, que combinam criações brasileiras: design de ponta e arte popular. Para Carla, o paraíso ganhou novo endereço. Agora, fica aqui.
Matéria publicada pela revista Arquitetura e Construção em Julho de 2014.