English Version

CRESCIMENTO DESIGUAL: TACTICAL URBANISMO PARA EXPANSÃO MEGACIDADES

25/06/2014

Crescimento desigual: Tactical urbanismo para a Expansão Megacidades é uma iniciativa de 14 meses para examinar novas possibilidades arquitetônicas que abordam o crescimento rápido e irregular de seis metrópoles mundiais: Nova York, Rio de Janeiro, Bombaim, Lagos, Hong Kong e Istambul. O Museu de Arte Moderna alistou seis equipes interdisciplinares de Arquitetura e Urbanismo internacionais estudiosos, especialistas e profissionais para participar de uma série de oficinas, sendo cada equipe com foco em uma cidade específica. As propostas resultantes serão expostas no MoMA de 22 de novembro de 2014 a 10 de Maio de 2015. Crescimento desigual é organizado pelo MoMA, em colaboração com o Museu de Artes Aplicadas (MAK), Viena. "Em 2030, a população do mundo será um escalonamento de oito mil milhões de pessoas. Destes, dois terços viverão em cidades, e a maioria será pobre e com recursos limitados. Este crescimento desequilibrado será um dos maiores desafios para as sociedades em todo o mundo”, disse Pedro Gadanho, curador do Departamento de Arquitetura e Design. "As autoridades da cidade, planejadores e urbanistas e economistas terão de unir forças em uma tentativa de evitar uma grande catástrofe social e econômica, trabalhando em conjunto para garantir que as megacidades em expansão serão habitáveis. Crescimento desigual permitirá MoMA de assumir um papel de liderança na resposta a este desafio.” Para a fase de oficina de crescimento desigual, as equipes são desafiadas a criar propostas que oferecem novas e criativas formas de pensar sobre o crescimento das cidades. As equipes de projeto desenvolver projetos sob a orientação curatorial e crítica de Departamento do MoMA de Arquitetura e Design, e um conselho consultivo que inclui tais figuras de destaque como Saskia Sassen, David Harvey, Ricky Burdett, Neil Brenner, Nader Tehrani, Michael Sorkin, Marc Angélil, Teddy Cruz, e outros.

Matéria publicada pelo Portal Dexigner por Levent Ozler.