PAINEL DE MADEIRA SERVIR DE INSPIRAÇÃO PARA O SEU APARTAMENTO

Wood 1Você está pensando em dar um up em seu apartamento? Essa dica é ótima para transformar o living que anda meio caidinho. O apartamento em questão fica localizado em Colômbia e utilizou um painel para dar um toque todo especial no décor.

Wood 2Todo feito de madeira, o painel dá uma pegada mais sustentável e tropical ao ambiente. Esse apartamento pode servir de inspiração para você que está querendo mudar totalmente seu ambiente. E ai? Gostou da inspiração?

Matéria publicada por Eye4Design em 19 de abril de 2017

Publicado em Decoração, Marcenaria | Deixar um comentário

ESTA MESA MANTÉM A SUA BEBIDA GELADA ENQUANTO CARREGA SEU CELULAR

Como não se interessar por um projeto tão inovador e que facilitaria tanto a vida?

Mesa 1Sobro Design desenvolveu uma mesa de centro que promete revolucionar o conceito de mesas. Chamada de Sobro Cooler Coffee Table, o móvel carrega celulares, tem duas tomadas, possui um sistema de alto-falantes via bluetooth e ainda mantem a sua bebida gelada. Confira o vídeo apresentando a mesa (em inglês).

 

O objetivo é facilitar a vida das pessoas com tecnologia. Então a mesa vem com três gavetas, sendo que uma funciona como um minibar, e com entradas para aparelhos eletrônicos serem carregados. Isso é possível porque o mobiliário pode ser ligado na tomada, fornecendo a energia necessária para o seu desempenho.

Mesa 2Com apenas a opção branca e com vidro temperado para evitar manchas, o projeto está passando por uma fase de financiamento coletivo no site da Indiegogo e ele já arrecadaram mais de 1880% do valor inicialmente estipulado. Além disso, você pode comprar antecipadamente a mesa por 649 dólares, mais impostos. Os criadores também prometem que se eles atingirem a arrecadação de um milhão de dólares, eles disponibilizarão os modelos pretos e de madeiras para a compra.

Mesa 3

 

Matéria publicada por Casa Claudia em 17 de abril de 2017

Publicado em Comportamento, Tecnologia | Deixar um comentário

ESTE APÊ EM TORONTO COLOCOU O QUARTO EM UMA ESTRUTURA FECHADA

O interior deste apê foi reformado pelo StudioAC e ganhou uma decoração que é ao mesmo tempo limpa, clara e acolhedora

Ape 1O StudioAC, de Toronto, Canadá, foi chamado por um jovem para remodelar o interior deste apartamento e criar uma atmosfera que combinasse um espaço vivo e aberto com um quarto acolhedor dentro de uma espécie de caixa de madeira.

Ape 2Um arco arredondado anuncia a entrada para o quarto. A cama fica sobre uma plataforma ligeiramente elevada e o interior tem paredes brancas e acabamentos de madeira compensada. Essa oposição cria um ambiente que é ao mesmo tempo limpo e acolhedor.  Ao lado do dormitório há um closet. Cortinas podem ser fechadas isolando completamente a área.

Ape 3Depois destas caixas onde estão quarto e closet vem a cozinha com uma paleta de cores neutras e móveis de linhas simples. Uma bancada se estende até o outro lado onde está a sala de estar com sofá cinza e parede de tijolinhos pintada de branco.

Ape 4

Ape 5

Ape 6

Matéria publicada por Casa Claudia em 19 de abril de 2017

Publicado em Apartamentos pequenos, Decoração, Espaços Multifuncionais | Deixar um comentário

PEÇAS DE JADER ALMEIDA DESEMBARCAM EM LISBOA

Jader 1No próximo dia 22 de abril, a loja Pau-Brasil, em Lisboa, vai abrir suas portas, e um dos maiores destaques são as peças do designer Jader Almeida. Ao todo serão 30 produtos assinados por ele, entre eles, a cadeira Mia, luminária Memory, o sofá Dora e outros clássicos de Jader.

Jader 2O empreendimento ainda vai comercializar peças de mobiliários de ícones do design brasileiro. Nomes como Sergio Rodrigues, Irmãos Campana e Paulo Mendes da Rocha. Lembrando que a loja vai ocupar o Palácio Castilho, clássico prédio do século XVIII, em Lisboa!

Matéria publicada por Eye4Design em 18 de abril de 2017

Publicado em Design, Produtos | Deixar um comentário

SALA DE JANTAR ILUMINADA COM MESA E BANCO DE MADEIRA

O ambiente aconchegante fica em uma espaçosa casa no sul dos Estados Unidos e conta com móveis em madeira trazendo ainda mais calor ao espaço

Sala 2A casa da Kat e Brett, em Memphis, Estados Unidos, é espaçosa e aconchegante. O casal usou toda sua criatividade na hora de decorar o lar e colocaram a mão na massa em muitos projetos de DIY.

Sala 3sala de jantar conta com um janelão que leva muita luz natural ao espaço. A mesa de madeira é imponente e, de um dos lados, recebe um banco em vez de cadeiras. O móvel deixa o ambiente mais descontraído e ainda dá a possibilidade de acomodar mais pessoas. O revestimento peludo das cadeiras leva ainda mais calor ao espaço.

Sala 4

Publicado em Marcenaria, Móveis | Deixar um comentário

INSTITUTO GETTY ADQUIRE EXTENSO ARQUIVO DE FRANK GEHRY

Frank 1

O Getty Research Institute anunciou a aquisição dos Frank Gehry Papers, um grande arquivo que abrange trabalhos desenvolvidos pelo arquiteto, incluindo desenhos, modelos parciais e completos, documentação de projetos, correspondência, fotografias, slides e materiais relacionados a 283 projetos da primeira metada da carreira de Gehry.

“Frank Gehry é, sem dúvida, o arquiteto mais famoso do mundo. Este extenso arquivo, que cobre as três primeiras décadas de sua ilustre carreira, oferece um olhar aprofundado sobre a gênese do estilo distintivo de Gehry e inclui muitos dos projetos pelos quais ele é conhecido internacionalmente “, disse Thomas W. Gaehtgens, diretor do Getty Research Institute.

Frank 2“O arquivo de arquitetura do Getty Research Institute, sobretudo de arquitetura e design modernos e contemporâneos da Costa Oeste dos EUA, são incomparáveis e amplamente utilizadas”, continua Gaehtgens. “Esta destacada adição se conecta com os segmentos de todas essas coleções, e tenho certeza que será rapidamente se tornará um recurso indispensável para pesquisadores e curadores. No Getty, temos desfrutado de um longo e frutífero relacionamento com o Sr. Gehry por muitos anos e estamos muito orgulhosos por dar a este arquivo um lar e promover seu rico legado “.

Frank 3

O enorme arquivo compreende mais de 1.000 croquis, 120.000 desenhos, 100.000 slides, 168 maquetes de estudo e 112 maquetes de apresentação, bem como centenas de caixas de registros de escritório, papéis pessoais e correspondências.

A coleção abrange desde alguns trabalhos de graduação de Gehry, começando com seus desenhos não construídos para a Casa Romm em 1954, até sua proposta para o Walt Disney Concert Hall em 1988. A coleção também contém desenhos iniciais para projetos futuros como o Grand Avenue Project (ainda não construído) e materiais produzidos após 1988 para projetos iniciados antes dessa data, como documentos da construção do Walt Disney Concert Hall. Outros documentos incluem materiais da Escola de Direito Loyola, 1520 Cloverfield, e a Residência Gehry em Santa Monica. No total, o Getty acredita que os documentos “oferecem um retrato abrangente do surgimento e proeminência da prática arquitetônica de Gehry durante um período de 30 anos”.

Frank 4

Frank 5Além do material físico, o arquivo inclui arquivos digitais de projetos como o Vitra Museum (1989), o Disney Concert Hall e o Grand Avenue Project.

Frank 6

“Sinto-me honrado pelo Getty Research Institute estar investigando a história do meu trabalho, meu começo e outras coisas nas quais nunca pensei que alguém estaria interessado”, disse Frank Gehry. “Estou muito comovido com o fato de esta grande instituição, com seus recursos para procurar os melhores exemplos de criatividade em nosso mundo, tenha se interessado por mim. Serei eternamente grato.”

As seleções do arquivo serão exibidas no Getty Research Institute durante a exposição Berlin / Los Angeles: A Space for Music, aberta de 25 de abril a 30 de julho de 2017. Saiba mais sobre o evento, aqui.

Frank 7

Matéria publicada por Arch Daily 13 de abril de 2017

Publicado em Arquitetura, Design de Interiores | Deixar um comentário

CASA DA ATRIZ LAURA DERN COM DÉCOR MODERNO E MUITAS OBRAS DE ARTE

A casa da atriz de “Jurassic Park” e “Star Wars” é uma verdadeira galeria de arte, com peças importantes da história do cinema e de sua carreira

A atriz Laura Dern, de “Jurassic Park” e “Star Wars”, fez da sua casa em Los Angeles, nos Estados Unidos, um refúgio aconchegante. Projetada por Calvin Straub, a casa de 230 m² em meio a natureza recebeu um décor moderno com a presença de diversos elementos artísticos, como esculturas, quadros e até lembranças de seus filmes.

Ape 1A atriz queria que seu gosto pelas artes fosse refletido na decoração dos ambientes. Para isso, ela fez questão de expor não apenas as obras de arte favoritas, mas também relíquias da história do cinema e de sua própria carreira.

Ape 2Entre as peças mais intrigantes, uma cópia do livro fictício “Uma Aflição Imperial”, presente no filme “A Culpa é das Estrelas”, o vestido que a atriz Lucille Ball usou na série clássica “I Love Lucy” e o figurino que seu pai, Bruce Dern, vestiu em “O Grande Gatsby”, em 1974, decoram os detalhes da casa.

Ape 3No entanto, nenhum dos objetos é tão emblemático quanto a escultura de um tiranossauro rex que Laura ganhou de presente do diretor Steven Spielberg durante as gravações de “Jurassic Park”, que divide espaço com a sua lareira.

Ape 4

Ape 5

Ape 6

Ape 7Vibrante, a casa de Laura respira arte em cada canto. “É um dos meus espaços favoritos no mundo. Minha casa é influenciada por belas cores e diferentes estilos e texturas”, conta.

Ape 8

Ape 9

Matéria publicada por Casa Claudia em 13 de abril de 2017

 

Publicado em Decoração | Deixar um comentário

“WASTELAND” FORNECE UMA INTROSPECÇÃO TÁTIL NO MUNDO DA RECICLAGEM

Arq 1

Uma resposta arquitetônica aos crescentes problemas da população, clima e migração urbana está atualmente em exposição no Centro de Arquitetura Dinamarquês em Copenhague, na forma da exposição Wasteland. Com curadoria da empresa de arquitetura dinamarquesa Lendager Group, as exposições estão repletas de matérias-primas, processos, experiências e métodos, apoiados por uma longa lista de fatos chocantes sobre nossos efeitos no planeta Terra: mais de 2 milhões de toneladas de CO2 foram emitidos globalmente este ano; mais de 3,3 bilhões de toneladas de recursos foram extraídos da Terra neste ano; Mais de 127 milhões de toneladas de resíduos foram despejados no mundo este ano, totalizando um custo de mais de US$ 14 trilhões de dólares resultantes da nossa incapacidade de agir sobre as alterações climáticas. Estas são estatísticas atuais, que confrontam os visitantes na primeira sala do espaço de exposição. Eles fornecem contexto para o que vem a seguir.

Arq 2

Depois de exibir estes números incríveis (e em rápido aumento), a exposição se abre para um grande espaço, no qual as características mais atraentes são as pilhas -do que parece ser lixo- no chão. Estas pilhas são marcadores para os temas em que Wasteland é dividido: cimento, plástico, metal, vidro, madeira e tijolo. Somente a Dinamarca produz 11,74 milhões de toneladas de resíduos por ano, dos quais 4,1 milhões de toneladas são provenientes da construção. Portanto, a premissa por trás da Wasteland do Grupo Lendager não poderia ser mais relevante: “E se os resíduos fossem percebidos como o maior recurso inexplorado e tivesse um papel crucial no desenvolvimento de novos edifícios?” O lixo tornou-se o principal recurso local nas cidades.

Arq 3

Arq 4Emparelhado com cada categoria de material está um projeto de construção do Lendager Group; prova das qualidades funcionais e estéticas que podem resultar de processar e reinventar adequadamente materiais “residuais”. Exemplos incluem a Casa Upcycle em Nyborg, Dinamarca, construída inteiramente de materiais reciclados. Suas soluções variam de transformar rolhas de champanhe em pisos surpreendentemente refinados, comprimir jornais em tábuas de fachada e reutilizar janelas de uma escola em Copenhague. Todos estes componentes de material estão sobre uma mesa na frente da pilha de cimento em uma variedade de formas diferentes: em bruto, em uma variedade de formas processadas e em suas formas finais como usadas na obra. E, ao contrário do seu espaço típico de exposição, quase tudo em Wasteland é livre para ser tocado, segurado, derramado, cheirado e satisfazer os seus sentidos.

Arq 5aEste formato permite muito mais do que apenas um consumo de fatos e imagens; envolve os visitantes no processo de transformação que é essencial para os métodos de construção do escritório. Compreender as implicações práticas do processo de pensamento da empresa de arquitetura não é apenas benéfico na compreensão de seus projetos de construção, mas também permite que o conhecimento desenvolvido através da arquitetura seja compartilhado com os visitantes para ser analisado, avaliado e desenvolvido. A exposição é claramente destinada a desenvolver uma teia de consciência e plantar novas ideias na mente de todos aqueles que andam pela Wasteland – porque se apenas 1200 outras versões da Casa Upcycle fossem construídas em vez de “casas padrão”, 6,700 toneladas de CO2 poderiam ser impedidos de serem libertados na nossa atmosfera.

Arq 6

Arq 7Após a exibição concreta estão mais amostras de materiais em suas respectivas categorias, bem como propostas em escala natural, incluindo um teto plástico acústico feito de PET, comumente usado para garrafas de plástico, que imita a textura de feltro comum. Para cada 1 quilograma de plástico que é reutilizado, nossa atmosfera é poupada 1,5 kg de CO2. Seções separadas da sala de exposição são janelas recicladas, replicando a fachada de dupla camada da Upcycle Studios, uma série de edifícios que incluem casas e oficinas sob o mesmo teto para acomodar nossos estilos de vida cada vez mais flexíveis. Está atualmente sendo construído em Ørestad, Dinamarca.

Arq 8

Finalizando a exposição Wasteland há uma longa mesa com relevos 3D, moldes de borracha e fachadas em miniatura para um dos modelos do Grupo Lendager, exibindo perfeitamente a excitação da empresa dinamarquesa e o desejo de compartilhar todos os processos que consideram relevantes e educacionais. Se é um conceito para a realocação física das fachadas de tijolos velhos que seguem seus habitantes das aldeias rurais às cidades grandes, ou detalhes pequenos fascinantes tais como um molde tridimensional impresso, Wasteland está cheia dos tesouros que esperam para ser varridos acima pela mente aberta dos visitantes. À medida que se sai da última esquina, encontra-se o rosto de Anders Lendager, CEO do Grupo Lendager, pintando uma imagem das opções que temos e do futuro que nos aguarda, se tomarmos as decisões corretas. Lendager Group e Wasteland semearam algumas sementes; Elas só precisam de apoio para ajudá-las a crescer.

 

Wasteland Exhibition from Lendager Group on Vimeo.

 

Matéria publicada por Arch Daily em 11 de abril de 2017

Publicado em Arquitetura, Sustentabilidade | Deixar um comentário

CASA NA PISCINA QUE TE INSPIRA

Casa 1Todo mundo sempre desejou ter uma Pool House, uma estrutura para dar um apoio para quando quiser curtir um belo dia na piscina. Esse projeto pode servir de inspiração para você que segue ansioso para aproveitar a sua piscina de uma forma diferente. Com uma estrutura de madeira e aberta, a ideia dos arquitetos ao projetaram esse ambiente era fazer com que os moradores dessa residência e seus convidados tivessem a impressão que estão em um local descontraído, e possam aproveitar o máximo o momento.

Casa 2

Por projetar a estrutura aberta com madeira, foi feito um grande painel atrás da piscina do mesmo material. Ainda falando da estrutura aberta, ela possui uma grande mesa repleta de cadeiras, para quem não tiver interesse de está na piscina, possa aproveitar bastante o ambiente. E você? O que achou? Bacana, né?

Matéria publicada Eye4Design em 11 de abril de 2017

Publicado em Design de Interiores | Deixar um comentário

ZAHA HADID ARCHITECTS ASSINA PRIMEIRO ESTÁDIO DE MADEIRA DO MUNDO

Além do primeiro estádio de madeira do mundo, agora o projeto também receberá edifícios e ponte sustentáveis

Zaha 1O escritório Zaha Hadid Architects, da arquiteta iraniana Zaha Hadid (1950-2016), é responsável pelo projeto do primeiro estádio de futebol do mundo totalmente feito de madeira e com energia sustentável. Em Gloucestershire, na Inglaterra, o escritório está apresentando um conjunto de edifícios com tecnologia tipo estufa e uma passarela feita com a mesma madeira que o estádio para compor o parque ecológico criado por eles.

Zaha 2Green Technology Hub tem como objetivo unir duas ideias distintas – a tecnologia e o esporte – por meio da sustentabilidade. Assim, eles querem criar um espaço em que a produção de gás carbônico seja equivalente a de oxigênio, graças aos 100 acres de natureza que acompanham o estádio dentro do parque.

Zaha 3“As propostas do Green Technology Hub aplicam as mais recentes tecnologias de design sustentável com materiais ecologicamente sólidos e métodos de construção para criar uma comunidade integrada de líderes mundiais de pesquisa e desenvolvimento”, o escritório afirmou.

Zaha 4O projeto também é feito em parceria com a empresa de energia renovável Ecotricity, que planeja abrir quatro mil empregos com o parque, além de promover um refúgio na região.

Matéria publicada por Casa Claudia em 11 de abril de 2017

Publicado em Arquitetura, Inovação | Deixar um comentário