10 SALAS DE ESTAR PEQUENAS COM DECORAÇÃO NEUTRA

Mesmo com medidas enxutas é possível conquistar um ambiente confortável e elegante. Confira os projetos a seguir e inspire-se

Ape 1

Espaçosa, a sala de TV foi planejada com poucas peças, neutralidade e muita madeira. Os protagonistas são o rack com painel e o sofá de suede (Bulgari, 2,10 x 1,10 x 0,75 m*. Etna). Projeto do arquiteto André Bove, escritório Raduan Arquitetura.

Ape 2

A arquiteta Cristiane Dilly planejou uma base neutra para a decoração e usou detalhes de cores fortes para personalizar cada cantinho.

Ape 3

Desenhada por Isabel, a peça que percorre toda extensão da sala é de MDF, com tampo e encosto texturizados e base laqueada. Multiúso, atua como rack e banco e ainda ajuda na organização, oferecendo gavetões, nichos e adega. Projeto da arquiteta Isabel Amorim.

Ape 4

A moradora insistiu em ter iluminação embutida no estar, apesar de o orçamento não prever forro de gesso. Então a decoradora Cláudia Bitelo projetou uma longa prateleira que recebeu quatro pontos de lâmpadas dicroicas.

Ape 5

Na sala de estar, imperam tonalidades próximas ao bege do piso original, mantido em todo o apê. A neutralidade é quebrada por itens azuis, como os pufes. Eles também funcionam como baús e contam com rodízios, permitindo que, após o uso, sejam encaixados sob o rack. Projeto do escritório Only Design.

Ape 6

Cortinas de voal translúcidas convidam a luz natural a entrar e deixam ver a varanda, o que faz o ambiente parecer maior. Projeto o arquiteto Luiz Fernando Grabowsky.

Ape 7

Os nichos, escolhidos também em função do custo, esses elementos abertos contribuem para o visual leve. Uma composição usando peças de tamanhos diferentes tem efeito decorativo e serve de alternativa aos quadros. Projeto do arquiteto Raul Lins.

Ape 8

Uma das estratégias das arquitetas foi investir em pontos focais, como a superfície da TV, que ganhou revestimento imitando tijolos aparentes (Anatólia Anticato Tradicional, 23 x 7 cm, da Palimanan) – além do evidente charme que agrega, ele compõe com o acabamento amadeirado de parte da marcenaria.  Esses elementos formam a base neutra, juntamente com o sofá e os demais móveis e com a pintura cinza em algumas das paredes (cor Repose Gray, ref. SW 7015, da Sherwin-Williams). A escolha de almofadas e quadros também foi pautada pela paleta suave. Projeto das arquitetas Fabiana Silveira e Patrícia de Palma, do escritório SP Estudio.

Ape 9a

A parede destacou-se graças a um papel estampado: “O desenho é marcante, mas, como os tons são suaves, o revestimento não destoa”, avalia a arquiteta gaúcha Thais Lenzi Bressiani.

Ape 10

Nada de excessos na compacta sala de TV: um belo sofá (modelo Genebra, da Klassic. Ateliê Petrópolis, R$ 3 780) e um rack com painel compõem um espaço confortável. Projeto da arquiteta Bárbara Dundes.

Matéria publicada por Minha Casa em 20 de setembro de 2017

Esta entrada foi publicada em Decoração, Salas. Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>