5 PROJETOS INCRÍVEIS COM CONTÊINER

A estrutura metálica versátil do que se pensa! Ela dá formas a piscinas, condomínio e até à galeria de arte

Foi-se o tempo em que os contêineres transportavam apenas cargas em navios e trens. Na arquitetura do século 21, os módulos estruturam projetos comerciais residenciais, com tudo a que os moradores têm direito. Selecionamos propostas para lá de interessantes que mostram o potencial dessas caixas metálicas.

Vale lembrar que por trás da tendência construtiva, a promessa é nobre: possibilitar construções de baixo custo, rápidas e sustentáveis!

Cont 1

A empresa Modpools transforma contêineres usados em piscinas.

Cont 2

Saídos da China, os módulos marítimos são descarregados na América do Norte e reaproveitados pela fábrica canadense.

Cont 3

Seis contêineres estruturam a residência curitibana projetada pelo arquiteto Danilo Corbas, da Container Box. O ripado e a porta de madeira proporcionam sensação de acolhimento à fachada predominantemente branca. A cor agrada aos moradores e contribui para o conforto térmico no interior da morada.

Cont 4

O projeto tirou partido do desalinhamento dos módulos para criar espaços como a garagem, os terraços e a área de churrasqueira.

Cont 5

Na zona oeste do Rio de Janeiro, este condomínio projetado pela arquiteta Camila Mesquita, do escritório Clau Arquitetura, é composto por unidades feitas de estrutura metálica.

Cont 6

O lado externo das peças foi tingido com tinta esmalte verde. O guarda-corpo da varanda e o da sacada são compostos de metalon e vergalhões.

Cont 7

Nos fundos da residência, o terraço se une à mata da encosta. Veja mais foto do projeto.

Cont 8

Desde outubro de 2016, a unidade dos Jardins da Galeria Baró, em São Paulo, ganhou um anexo feito de estruturas metálicas. A proposta é de autoria da Contain[it].

Cont 9

A Galer[it], como é chamado o anexo, foi montado em uma estrutura móvel, onde são realizadas performances e exposições temporárias. A perspectiva é de que o módulo seja levado como espaço de arte para feiras e outras cidades.

 

Cont 10

Na capital paulista, o público encontra lojas, serviços e restaurantes reunidos entre os dois andares feitos de caixas marítimas reutilizadas. Batizado de Vila Butantan, o espaço de convivência de 4 mil m² na zona oeste da cidade é assinado pelo escritório de arquitetura Todescan Siciliano.

Cont 11

No deck central, utilizou-se madeira de eucalipto tratado, recurso que possui uma grande durabilidade, proveniente de fonte renovável.

Matéria publicada por Arquitetura e Construção em 24 de agosto de 2017

 

Esta entrada foi publicada em Materiais. Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>