ARQUITETO TRANSFORMA FÁBRICA ABANDONADA EM CASA ESPETACULAR

Uma antiga fábrica de cimento em Barcelona deu lugar a um verdadeiro palácio graças ao trabalho do arquiteto Ricardo Bofill. Construída durante a Primeira Guerra Mundial, a estrutura foi recuperada e totalmente transformada pelas mãos do profissional, que fez da antiga construção seu novo lar.

Arq 1

Antes abandonada, a fábrica ganhou vida com uma nova vegetação e a integração entre os ambientes interno e externo. As chaminés industriais foram substituídas por exuberantes jardins e janelas bem amplas, que conferem ao projeto um aspecto de ruína romântica.

LEIA MAIS: Armazém antigo é transformado em restaurante luxuoso em Londres

As obras da nova construção ainda estão em andamento e Bofill compara o projeto a sua própria vida, e como suas percepções para o futuro estão em constante mudança, assim como a fábrica.

Arq 2Comprada por ele em 1973, a fábrica passou por um processo de desconstrução para se adaptar ao estilo de vida moderno. O exterior de concreto aparente recebeu uma vegetação viva com grama, eucaliptos, palmeiras e oliveiras, enquanto a estrutura interior foi adaptada para servir de moradia para Bofill. “Tenho a impressão de viver em um universo fechado que me protege do exterior e da vida cotidiana”, diz o arquiteto.

Arq 3

Arq 4

“A fábrica é um local de trabalho por excelência. A vida aqui é uma sequência contínua, com pouca diferença entre trabalho e lazer”, afirma Bofill, que continua trabalhando no projeto de seu novo lar.

Arq 5

Arq 6

Para dar continuidade às obras, Bofill e sua equipe trabalham em um estúdio construído dentro da antiga fábrica.

Arq 7

Arq 8

Matéria publicada por Casa Claudia em 01 de março de 2017

 

 

Esta entrada foi publicada em Arquitetura. Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>