O NOVO ESCRITÓRIO

Conectado à internet, posso transformar praticamente qualquer espaço em um escritório provisório.

Na próxima semana vou palestrar no Worktech São Paulo, uma conferência internacional que discuti o futuro do trabalho e dos escritórios.
Há alguns anos desenho espaços corporativos e pesquiso suas transformações. Não apenas uma nova estética emerge, como também novos programas e necessidades, desdobramentos dos comportamentos e modos de vida atuais. Destaco aqui algumas características que conectam os projetos mais interessantes que tenho visto pelo mundo.
OFFICE-HOME – Cada vez mais escritórios buscam levar para o ambiente de trabalho o aconchego d lar, criando espaços com referências à casa, utilizando materiais menos corporativos, com decoração mais informal, muitas plantas e iluminação mais confortável e quente. Cachorros são mais bem-vindos.
ALÉM DO DESKTOP – Empresas de tecnologia de informação e comunicação, como Google e Facebook, impulsionaram o desenvolvimento de espaços de convívio como estúdio de música, sala de jogos e video game, cinema e áreas de esporte.
Nesses ambientes, profissionais de departamentos diferentes se encontram, estimulando a troca de novas ideias e o surgimento de projetos inesperados.
MAIS HUMOR, POR FAVOR- Uso de padrões gráficos e cores como elementos de identidade, fotografias, grafite, escorregador, pista interna de Skate e objetos que sugerem humor e ironia quebram a rigidez e trazem uma atmosfera mais lúcida, sem infantilizar a empresa.
ESCRITÓRIO VERDE- Edificações racionalizam o uso de recursos naturais, buscando eficiência e eficácia energética e priorizando materiais e sistemas locais e com menor impacto ambiental.
TRABALHO MÓVEL- Neste momento em que as tecnologias digitais permeiam todas as instâncias de nossas vidas, o tempo e o espaço se tornaram mais elástico. Nossos horários de trabalho são cada vez mais flexíveis. Com um tablet ou laptop conectado à internet, posso transformar praticamente qualquer espaço em um escritório provisório, como o terraço ou o refeitório.
Mesas com alturas reguláveis e rodizio permitem deslocar o desktop pela mepresa e configurar formatos diversos de equipes.

2 materia ok

Matéria publicada pelo Jornal Folha de São Paulo em 04 de Maio de 2014.

Esta entrada foi publicada em Arquitetura, Corporativo, Sem Categoria. Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>