UM ÍCONE REVISITADO

Richard Rogers faz 80 anos e ganha mostra em Londres

Ganhador do Pritzer, o arquiteto britânico Richard Rogers também coloca sua emblemática Rogers House à venda

Lenda viva da arquitetura internacional, o britânico Richard Rogers comemora 80 anos com a megamostra Inside Out, na Royal Academy of Arts, em Londres. São centenas de fotos, objetos pessoais, maquetes e instalações que retratam suas obras mais significativas. Entre eles, o Centre Pompidou, em Paris – em parceria com o arquiteto italiano Renzo Piano –, e a Zip-Up House, projeto conceitual que inspirou a Rogers House (1968), residência da família em Wimbledon. Patrimônio histórico e arquitetônico do Reino Unido, a casa de 116 m2 está à venda por £ 3,2 milhões. O comprador, porém, não poderá alterar seu desenho high-tech. Futurista para a época, Richard foi pioneiro no uso de estruturas de aço, tons vivos e amplas superfícies de vidro nas fachadas. “É um tubo transparente com paredes laterais maciças”, diz. Agraciado com o título de The Lord Rogers of Riverside em 1996 e com o Prêmio Pritzker de 2007, nunca perdeu de vista o compromisso social em seu trabalho e fez questão de estampar uma das salas da exposição com uma frase tirada do resumo do projeto do Centre Pompidou: “Um lugar para todas as pessoas, todas as idades, todas as crenças, ricos e pobres”. Ponto alto da mostra, o arquiteto se reunirá com seu colega Renzo Piano, no dia 4 de outubro, para uma conversa memorável.

Matéria publicada em Arquitetura e Construção setembro de 2013

Esta entrada foi publicada em Arquitetura. Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Uma resposta a UM ÍCONE REVISITADO

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>